Ataques de dor de cabeça muito intensa, estritamente unilateral que é orbital, supraorbital e temporal ou em qualquer combinação desses locais, com duração de 15-180 minutos e ocorrem de uma vez a cada dois dias a oito vezes por dia.

A dor está associada com a vermelhidão conjuntival (no olho), lacrimejamento, congestão nasal, rinorreia, sudorese facial e na fronte, miose (redução do diâmetro pupilar), ptose (rebaixamento da pálpebra) e/ou edema da pálpebra, e/ou com inquietação ou agitação.

Considerada uma das dores mais terríveis, há relatos inclusive de auto agressão, de bater a cabeça na parede e até relatos de suicídio.

Mesmo assim, apesar do quadro estereotipado, ainda é comum a demora diagnóstica e atraso no tratamento adequado. Faz-se necessário um tratamento especializado.

Compartilhe nas suas redes: