Nesta Pandemia observamos um aumento das Dores de Cabeça, muito em virtude da COVID mas também em decorrência de mudanças de hábitos.

Nossa população tem vivenciado um isolamento nunca dantes imposto, desencadeando mais sedentarismo, insônia, ansiedade e estressores físicos.

Geralmente a dor de cabeça é frequente, holocraniana, muito intensa, contínua, por vezes latejante. Refratária aos tratamentos analgésicos habituais porém com tratamento de horário e especializado, a maioria alivia os sintomas de dor. Em casos selecionados, lançamos mão de tratamentos como bloqueios ou endovenosos específicos.

Alguns, experienciam piora do padrão da sua Enxaqueca prévia ou até prolongamento da cefaleia por dias contínuos, inclusive após os 14 dias de isolamento.

Não podemos esquecer que somente este contexto, mesmo sem a COVID, per se, pode piorar o padrão da Cefaléia Tensional, tão comum na nossa população.

Procure um especialista, via Telemedicina ou presencial, estamos prontos pra atendê-lo!

Compartilhe nas suas redes: