A Crise de Migranea (Enxaqueca) caracteriza-se por uma cefaleia de início gradual até atingir uma dor moderada a intensa, latejante, geralmente unilateral, acompanhada por fotofobia e fonofobia, náuseas ou vômitos.

Esta crise evolui rapidamente com sensibilização central, alodínea cutânea (dor mesmo ao toque) e refratariedade ao tratamento inclusive específico. Sempre o tratamento da crise deve ser feito no seu início, para melhor eficácia analgésica.

Orientar-se com um Cefaliatra a cerca dos fatores desencadeantes, melhor tratamento, indicação de profilaxia, cuidados quanto aos medicamentos na emergência é o caminho mais confiável, eficaz e seguro.

Não se automedique e não use corticóide de repetição! Evite complicações.

Compartilhe nas suas redes: